05/03/13
Caso Valério Luiz
Desembargador defere liminar que garante soltura de Maurício Sampaio
Ex-dirigente do A.C.G. foi denunciado pelo MP como mandante do crime

Ketllyn Fernandes

O cartorário e ex-dirigente do Atlético Clube Goianiense Maurício Borges Sampaio vai ser posto em liberdade novamente. Na tarde desta terça-feira (5/3) o desembargador Gerson Santana Cintra, da 1ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça de Goiás (TJ-GO), deferiu liminar do habeas corpus impetrado pela defesa no final da tarde de ontem. Ele deve ser posto em liberdade ainda hoje, pois seus advogados se encontram na sede do TJ-GO aguardando que o alvará de soltura seja expedido.

Maurício Sampaio foi preso no dia 2 de fevereiro, um dia após operação da Delegacia de Investigação de Homicídios (DIH) que resultou na prisão de outros três envolvidos. No dia 28 sua defesa conseguiu decisão favorável com voto vencido do desembargador José Paganucci Júnior, antigo relator do habeas corpus pelo atual relator, Gerson Cintra.

Dois dias depois Maurício Sampaio voltou a ser preso por decisão do juízo da 2ª Vara Criminal de Goiânia, que decretou sua prisão preventiva. Na madrugada do dia seguinte ele se apresentou espontaneamente à polícia e foi levado novamente para o Núcleo de Custódia do Complexo Prisional de Aparecida de Goiânia.