37 anos
09/04/12
Segurança Pública
Ouvidoria da Agsep passa a atender cidadão por telefone
Pelo novo número a população vai poder contribuir com informações e observações que considerarem pertinentes à administração prisional

Janaína Martins

A partir desta segunda-feira, 9, a ouvidoria da Agsep (Agência Goiana de Execução Penal) passa a ter um número de telefone fixo específico para o atendimento ao cidadão. Pelo número (62) 3201-6000, a população vai poder contribuir com sugestões, reclamações, denúncias no âmbito da administração prisional de Goiás.

As ligações poderão ser feitas de segunda a sexta-feira durante o horário de expediente administrativo, das 8h às 18h, com intervalo de almoço das 12h às 14h. De acordo com a ouvidora da Agsep, Daniela Vieira Ferro, a informação prestada pelo telefone favorece o anonimato de quem não quer se identificar. Para Daniela, o telefone é um instrumento facilitador, porque é acessível. “Há um telefone orelhão público em quase todas as ruas e, mesmo o aparelho particular ou residencial, dificilmente, alguém não tenha disponível”, completa a ouvidora.

Mas as informações também podem ser passadas por e-mail (ouvidoria@agesep.go.gov.br) e por visitas pessoais na sala do departamento, que de acordo com a Agsep, pode ser de qualquer pessoa, incluindo preso ou familiar de preso. A Ouvidoria também realiza visitas às unidades prisionais administradas pela Agsep para oitivas e observações pertinentes. De acordo com o órgão, as informações recebidas são analisadas, documentadas e, rapidamente, encaminhadas para soluções.

O presidente da Agsep, Edemundo Dias, acredita que o novo canal de comunicação vai ampliar as condições de acessibilidade da população à instituição. “Temos insistido na estruturação da nossa ouvidoria e na profissionalização cada vez maior desse serviço, que serve aos anseios da população e, ao mesmo tempo, contribui para as melhorias necessárias do órgão”, comenta a respeito da importância do canal.